quinta-feira, 18 de abril de 2019

FANART - BENJAMIN BIRD


ORIGINAL                                FANART





  • PERSONAGEM ORIGINAL










- Nome (Como Pronuncia); Benjamin Bird (Benjamin bãrd tipo pássaro em inglês) ou apenas Ben
- Idade; 16 anos no inicio/28 no final
- Nome da história; Reinício ou Restart (como fica em japones? pfv diga) 
- Sexo; masculino
- Data de aniversário/Signo;13/06 junto comigo (mas já to pensando em mudar já que isso nunca vai ser citado na história)
- Personalidade; Alegre, energético, brincalhão e louco. Também é inteligente, teimoso e tagarela assim fazendo textos sempre que responde uma pergunta e sendo até o professor de magia da escola (também porque é o humano com maior conhecimento do universo). Mas tenta ser o máximo compreensivo e gentil com seu "meio irmão" Henry (o protagonista) o dando conselhos, dando atenção quando precisa e ensinando várias coisas de magia fora das aulas. E com Sam (Samantha, sua conjuge a partir da terceira temporada) age das formas mais fofas que pode, não ousa a questionar e sempre está fazendo gracinhas pra ela.
- O que gosta, ou não gosta de fazer; Ben ama bolos sabor café, menta e chocolate (em quase todas as cenas aparece com um pedaço disso nas mãos e um prato com garfo é claro), gosta de falar o máximo de palavras sempre que responde alguém, de agradar Sam, de Sam em si e de não perder concursos (quando perde diz que venceu ao contrário XD). Mas não gosta de pessoas mandando ele fazer algo que já está fazendo, de pessoas perguntando coisas que ele já respondeu ou não sabe a resposta (quando isso acontece ele costuma dizer 'não me questione', por acaso outra característica adquirida do criador, eu)
- O que ele é na história; Deuteragonista (se esse termo estiver errado então é segundo personagem mais importante da trama ou só melhor amigo do protagonista)
- Raça/Classe; Ele é um humano "híbrido" de X-median, a espécie mais poderosa do universo logo após a grande suprema.

  • AUTOR


DADOS PESSOAIS:
- Nome Completo; Gabriel Vitor Viana Silva
- Nome Artístico; Roedor Alado (Gosto de morcegos, são criaturas interessantes)
- Idade; Tenho 14 anos
- Redes Sociais; Instagram: @roedor_alado https://www.instagram.com/roedor_alado/ (eu tinha mandado facebook, mas acho que vou deixar só pra assuntos familiares e pessoais)
- Autorização; Eu autorizo Monica Martins a desenhar em seu traço um personagem de minha criação.
- Cidade/Estado; Moro em Guarulhos/São Paulo
- Foto/Caricatura; Arquivo "euzinho"
- Como Conheceu o Canal; Conheci o canal quando estava procurando vídeos com dicas de desenho e encontrei vários canais inclusive o seu e me inscrevi (encurtei dessa vez) 
- O que Aprendeu com o Canal; Tem tanta coisa. Principalmente de desenho. Estilos de trança, cabelos cacheados, como pintar peles, casais se beijando e etc... Materiais bons e seus preços, boas mensagens e outras coisas.

 Capítulo 1 da história, e onde encontrar; O capitulo 1 da história está escrito no word do meu computador junto a outros 17 capitulos no formato de livro (mangá é meio difícil de fazer então prefiro fazer como livro), mas aqui está um capítulo que mostra melhor o desenvolvimento do personagem e não tem em nenhum site nem nada (por favor ninguém roube, planejei essa história por tres anos consecutivos)
Cores: (roupas) preto, branco, cinza. (armas) marrom e dourado (personagem) marrom, pele branca (não lembro as cores que usei) 



Capitulo 5: Entrosamentos
(...)
Mesmo que a ideia tenha sido um “fracasso” eu estava orgulhoso por ter aproximado um pouco as equipes tanto entre si quanto entre elas mesmas. Mas eu ainda tinha uma ideia para o grupo. Iriamos ao parque de diversões e tentaríamos um entrosamento individual nos dividindo em um trio e uma dupla. Ao chegar lá ao falar como essa divisão funcionaria Sam simplesmente puxou Ben para si perguntou o horário em que deveriam voltar e quando respondi ela saiu correndo em disparada puxando Bem sem deixar o coitado se equilibrar para correr junto a ela. Enquanto isso eu acabei ficando com Alice e Rose. Andamos pelo parque de diversões e conversávamos:
- Hey ruivo!
- Já disse que pode me chamar pelo meu nome.
- Henry é um nome bobo, mas já que prefere então eu não tenho escolha.
- Tanto faz, o que queria dizer?
- Por que nos inventou de ser heróis?
- Nem eu sei, foi uma ideia bem precipitada. Nem pensei direito quando tomei essa decisão e o por quê de Ben incluir o resto também eu não sei.
- Você nunca tem motivos pra nada. – Alice acabou retrucando friamente para mim – Não sei nem como tivemos coragem pra ficar de cara com aqueles bichos.
- Força de vontade talvez?
    Rose nos deu tapas muito fortes nas nossas costas tanto que fez Alice cuspir grande parte do refrigerante que estava bebendo e então Rose simplesmente gritou de uma forma que todos a nossa volta conseguiam escutar:
- Olhem lá, eu quero jogar, o prêmio é uma lagartixa de pelúcia. Vamos tentar, eu tenho dinheiro e vou primeiro.
    Fomos ao jogo e Rose acertou de primeira todas as latas e ganhou sua preciosa lagartixa, eu com umas cinco tentativas ganhei um coelhinho de pelúcia que apelidei de Timmy.
    Andamos por um tempo e compramos sorvetes e guloseimas, fomos aos brinquedos e acertamos bolos nos buracos, fomos a montanha russa, ao barco viking e vários outros aos quais eu quase vomitei e Rose não ajudava em nada  batendo em minhas costas. Assim que saímos levamos Alice até uma competição de comer tortas que ganhou sem nenhum esforço, e ganhou tortas de graça por um ano na loja de tortas do senhor Marcio, famoso na nossa cidade pelas melhores tortas da cidade, e, Alice aproveitou e começou a aproveitar seu prêmio assim que a competição acabou, consequentemente ficou tão cheia que Rose teve que voltar carregando Alice em suas costas extremamente cansada:
- Não se sente cansada carregando ela? Parece pesada principalmente depois de comer umas 20 tortas sem parar.
- Ela tem mais ou menos o seu tamanho, já é naturalmente leve pra mim, e sim as tortas pesaram um pouco, mas nada que me incomode, queria saber como ela não engorda.
- Metabolismo bom?
- Talvez, mas não confio.
    Olhei pro cabelo dela e vi que naqueles enormes fios loiros tinham várias manchas bem grandes de recheio de torta e comecei a rir loucamente:
- Por que começou a rir?
- Seu cabelo está sujo de recheio de tortas
- AH! – Ela gritou tanto enojada quanto assustada e irritada – Essa tonta comilona vai arrumar isso! Que droga!
    Continuei rindo e fomos passeando mais e mais e mais até que Alice acordou e disse:
- Já chegamos?
- Chegamos onde? – Perguntei sem entender.
- Não sei, deixa eu ver, a é, chegamos no ponto de encontro no horário.
- Nem passou tanto tempo assim, faltam duas horas.
- Com certeza você vai me pagar por sujar meu cabelo, desça das minhas costas!
    Alice desceu das costas de Rose e despencou no chão, estava cansada, mórbida e cheia. Assim Rose começou a reclamar e levantou Alice novamente para suas costas e continuamos a andar, indo em várias atrações e brinquedos, consequentemente nosso dinheiro acabou sendo torrado muito rápido com isso e então quando encontramos um banco no local onde deveríamos esperar Ben e Sam bem antes de dar a hora de irmos embora, nos sentamos no banco e esperamos pacientemente eles voltarem com Alice dormindo em nossos colos.
(Troca na narração: Ben)
- Sam espera, espera! Eu não consigo te acompanhar, pare de correr assim criança.
- Desculpe. Me empolguei, mas então, já se ajeitou?
- Claro. Agora vamos até a barraca de algodão doce e o ultimo paga.
    Comecei a correr e Sam veio logo atrás flutuando e assim conseguindo chegar antes de mim me fazendo pagar o algodão doce. Assim que comprei a guloseima, começamos a andar pelo local e então Sam se agitou totalmente:
- Hey, vamos ali! – Nós corremos até onde ela pediu – Olhe ali, um contador de histórias, quero escutar – Corremos até o homem que estava rodeado de crianças o escutando – Ali tem um jogo, vamos lá – E a situação se repetiu várias vezes até que eu decidi pedir para ficar em um lugar só, ela concordou e fomos até uma barraca de jogos onde tentamos atirar nos patos, e, incrivelmente nós dois conseguimos acertar todos e ambos ganhamos prêmios, eu um panda e ela um elefante.
    Nós continuamos andando e sugeri que fossemos até a montanha russa onde eu simplesmente quase morri de medo enquanto Sam se manteve infinitamente calma, após isso nós nos dirigimos a outros brinquedos e na roda gigante nós conseguimos ver Alice se empanturrando de tortas em uma competição que estava ocorrendo longe de onde estávamos e então começamos a falar:
- Qual sua opinião quanto a capacidade inumana da Alice de comer infinitas coisas? – Sam simplesmente perguntou.
- Ela é estranha. Não tenho QI suficiente pra responder essa pergunta. – Eu dei poucas risadas e ela respondeu com o mesmo gesto.
- O dia está ótimo não está? Principalmente nessa época em que o parque de diversões está mais agitado.
- Eu concordo. Espero que continue assim. – Eu notei que estava anoitecendo e as estrelas estavam deixando de se ocultar às nossas vistas, nisso fiz um comentário – Sabia que cada uma destas estrelas representa uma dimensão e são o exato numero de dimensões existentes no universo? Assim deduzimos que as dimensões são infinitas e nunca acabarão.
- Uau, isso é muito interessante, e até um pouco poético.
- É legal fazer essas observações não relevantes, sinto-me bem fazendo isso. O céu ao entardecer fica bonito não?
- Sou obrigada a concordar.
- Olha ali, um monstro!
- Onde? – Ela virou e eu dei um pequeno tapa em sua cabeça.
- Preste mais atenção, haveria um escândalo lá em baixo caso fosse verdade.
- Muito engraçado. – Ela falou em um tom irônico bem sério.
- O.K. Desculpe. Vamos nos encontrar com os outros.
    Enquanto andávamos, conversamos sobre infinitos assuntos e descobrimos muitas coisas que tínhamos em comum como o fato de que adorávamos nos enfornar nos nossos celulares ou que amávamos dias frios e raramente os ensolarados, mas esses eram os fatos mais superficiais:
- Seu irmão é bem introvertido não acha?
- Ele está melhorando, bem mais animado do que de costume.
- Ainda assim, é bom que ele esteja melhor consigo mesmo. – Continuamos andando, chegamos no local e encontramos Rose e Henry sentados dormindo e Alice deitada em cima dos dois. Sam abriu portais para a casa de cada um e os colocamos em suas camas, e, em nossa casa, antes de ir de volta a sua, Sam disse:
- Obrigado por aceitar ficar comigo no parque hoje. Eu nem deixei você escolher com quem iria passar o dia. Desculpa se eu te incomodei.
- Quem disse que você me incomodou? Com certeza não teria sido tão legal se eu tivesse feito o passeio com qualquer um dos outros, obrigado, você é bem mais interessante do que dizem ao seu respeito, na verdade nunca disseram nada ao seu respeito – Nós rimos juntos – Bem agora vou ajeitar o espaço para quando Henry acordar, talvez eu vá até dormir de uma vez.
- Faça isso, depois conversamos.
- O.K. Vai lá
- Então... Tchau – Ela disse, enrolando um pouco antes de sair e então o fez. Assim terminando o meu dia eu deitei na beliche e dormi.
espero que tenha gostado!!!

sexta-feira, 22 de março de 2019

FANART - HANABI NEE

ORIGINAL                                FANART




  • PERSONAGEM ORIGINAL











Nome- Seu nome é Hanabi Nee.
Pronúcia- Típica do Japão e o Nee se pronuncia Ni.
Idade- Ela inicia a história com 13 anos e finaliza com 15.
Nome da história que ela pertence- Chi No Sekai  (a tradução seria Mundo De Sangue).
Sexo- Feminino.
Data de aniversário/Signo- Ela faz aniversário dia 6/8 e seu signo é de leão.
Personalidade- Ela é muito tímida, pavil curto com quem fala demais, calma, porém um pouco agressiva, mas ela é gentil, ela é super inteligente e ela é estudiosa.
O que gosta- Ela gosta de ficar só ou com quem confia, gosta de desenhar, AMA ler os seus mangás e livros, estudar, descansar assistindo animes,  ELA AMA comidas apimentadas e sua comida favorita é guioza.
Não gosta- Falar em público, de seus professores, música muito alta mesmo, de ser a mais inteligente da sua escola (sério a maioria é burro), pessoas tagarelas, comidas muito doces ou salgadas.
O que ele é em sua história- Ela é protagonista junto com Miru.
Raça/Classe- Ela é uma humana de um clã (Nee) de mahous shoujos e feiticeiros (ela é os dois). XD

  • AUTOR


Nome Completo- Lívia Afaz Jordão Cordeiro.
Nome Artístico- Lívia-Chan.
Idade- Tenho 9 anos.
Redes Sociais- Bom nesse momento tenho duas:
Instagram: @lilicarts_
Facebok: https://www.facebook.com/livia.afaz.9 (Lilicarts Lívia)
Uso mais o insta.
Autorização- Eu autorizo a Mônica Yugi a usar meus dados e os da minha OC no canal dela!
Cidade/Estado- São Paulo/SP
Como Conheceu o Canal- Conheci o canal através de uma pesquisa de como desenhar personagens com o traço de Pokémon se eu não me engano.
O que Aprendeu com o Canal- Bom, foi muita coisa hahah, vamos lá:
Como desenhar e pintar olhos, chibi, perspectiva, personagens sentados em duas posições, arte final tanto com brilho, como sem brilho, pintura de cabelo, pele, brilho,roupas , desenhar dobras, anatomia, mãos, pés e etc.
Mônica amo o seu canal, obg por compartilhar o seu conhecimento, ele me ajudou muito!!
O nome da minha OC é a junção de dois kanjis o de hana (flor) e o de hi, que ficaria bi ao lado do outro (fogo) e dai teriamos fogos de artifício (ou flores explosivas hahah).
Espero que goste (m) dela! 


quarta-feira, 6 de março de 2019

sexta-feira, 1 de março de 2019